Práticas docentes inovadoras no ensino de Ciências: contribuições de um jogo de cartas sobre o sistema endócrino no ensino superior

Palavras-chave: Jogo de cartas, Sistema Endócrino, Pensamento crítico-reflexivo, Avaliação formativa, Ensino de Ciências por metodologia ativa

Resumo

A partir de pesquisa em andamento, propomos um jogo de cartas como estratégia didático-pedagógica para o ensino de Fisiologia Humana, nesse momento mais especificamente sobre o Sistema Endócrino, em cursos de graduação da área da Saúde. O jogo de cartas foi desenvolvido em 2018/01 e, na época, foi submetido a três simulações e avaliações iniciais. A partir destas avaliações e reformulações preliminares, o referido jogo apresenta-se como objeto de pesquisa e tem se configurado como uma estratégia alternativa de avaliação, que visa desenvolver ambientes lúdicos, dialógicos, colaborativos e habilidades de pensamento crítico-reflexivo para interpretação e resolução de problemas. Configura-se num estudo experimental, descritivo, comparativo e misto, com parceria entre dois Programas de Pós-Graduação – Educação e Ciências da Saúde. Para análise dos dados será utilizada a técnica de análise textual discursiva para os dados descritivos e a quimioluminescência para análise do estresse (cortisol).  Portanto, o jogo representa uma proposta metodológica diferenciada e em aperfeiçoamento, sendo desenvolvida sem financiamento, que visa a interface teórica entre educação, didática, metodologias ativas, pensamento crítico e neurociência para potencializar a interpretação e resolução de problemas na formação inicial de profissionais da área da saúde.

Publicado
2019-08-17