O uso da Gamificação para avaliar o processo de aprendizagem em um curso de Formação de Professores

Palavras-chave: Avaliação, Gamificação, Análise do Comportamento.

Resumo

A Gamificação aplica elementos e estratégias de jogos de modo a favorecer a emissão de respostas desejadas. Esta metodologia condiz com os pressupostos da Análise do Comportamento, pois requer a especificação de objetivos e dos passos para atingi-los e a oferta de consequências imediatas. Destarte, pode-se acompanhar o desempenho do(a) jogador e, consequentemente, avaliar suas respostas. Diante disso, indagou-se: De que forma o uso da gamificação pode contribuir para avaliar o processo de aprendizagem? Logo, determinou-se como objetivo: relatar a contribuição da gamificação para avaliar o processo de aprendizagem em um curso de Formação de Professores. Dentre os recursos tecnológicos, utilizou-se o Kahoot! como ferramenta para a avaliação da aprendizagem do(a)s participantes, o qual apresenta regras, metas, recompensas, progressão e possibilita feedbacks individual e coletivo ao final de cada jogada. Essa experiência mostrou que, no contexto educacional, o uso da Gamificação é favorável à aprendizagem, por ser atrativa e lúdica. Ainda, pode ser uma aliada do(a) professor(a), ao possibilitar o acompanhamento detalhado do desempenho dos jogadores, sendo um jeito diversificado e eficaz de avaliar, que contribui para a modelação de repertórios e para o replanejamento das condições de aprendizagem.

Biografia do Autor

Marília Bazan Blanco, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (2002), Mestrado em Análise do Comportamento pela Universidade Estadual de Londrina (2007) e Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal de São Carlos (2015). É docente do Centro de Ciências Humanas e da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Estadual do Norte do Paraná- Campus Cornélio Procópio, especialista em Psicopedagogia e Neuropsicologia com interesse nos temas: Psicologia Educacional, Neuropsicologia, Psicologia da aprendizagem e do desenvolvimento, Dificuldades de aprendizagem, Educação Especial e os Transtornos do Neurodesenvolvimento.

Ana Paula Gonçalves Gennari, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Mestre em Ensino pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Estadual do Norte do Paraná (2017- 2019). Especialista em Políticas Públicas para Educação (2013-2014) pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). E graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia(2012) Tecnologia em Informática pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-CP /2008). Professora Pedagoga. Tem experiência na área de Educação.

Roberta Negrão de Araújo, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Londrina. Especialização em Orientação e Supervisão. Graduada em Licenciatura em Ciências, com Habilitação em Química. Professora Adjunta A - Universidade Estadual do Norte do Paraná/ Campus Cornélio Procópio. Professora da rede pública estadual - Paraná - Colégio Estadual Monteiro Lobato.

Diéli de Campos, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Discente do Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Atualmente é Professora da Prefeitura de Santa Mariana. Tem experiência na área de Educação.

Sandra Rodrigues Leite, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Discente do Programa de Pós Graduação em Ensino - Mestrado Profissional da Universidade Estadual do Norte do Paraná. Pesquisadora na área de Autoavaliação. Especialização em Educação Especial Generalista. (2002). Graduação em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências Letras de Cornélio Procópio (1999). Tem experiência na Educação Básica com ênfase na Modalidade de Educação Especial onde atua com Classe Especial, há 20 anos. Professora no Colégio Cristo Rei - Ensino Normal, na área de formação docente desde 2014.

Simoni Luccas, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora e Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática - UEL (2011; 2004). Especialista em Educação Matemática - UEL (1997). Licenciada em Ciências com Habilitação em Matemática pelo Centro de Estudos Superiores de Londrina (1989; 1990). É docente efetiva da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP - Campus de Cornélio Procópio, atuando no curso de Licenciatura em Matemática. É vice-coordenadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEN) - Mestrado Profissional em Ensino - da UENP (http://www.uenp.edu.br/mestrado-ensino). É pesquisadora do GPEFOP - Grupo de Pesquisa em Ensino e Formação Profissional, cadastro CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3345995435404954. Tem experiência nas áreas de Ensino de Matemática, com ênfase em História e Epistemologia da Ciência e da Matemática, em Análise Qualitativa de Dados e Avaliação do Ensino e da Aprendizagem.

Publicado
2019-08-16