Formação Inicial de Professores à Distância para o Uso das Tecnologias Digitais: Um Estudo dos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Licenciatura da Universidade Aberta do Brasil/UFSC

Palavras-chave: Formação Inicial de Professores, Educação à Distância, Tecnologias Digitais, Currículo.

Resumo

Este artigo apresenta o estudo de oito projetos pedagógicos de cursos de licenciaturas à distância ofertados pelo Programa da Universidade Aberta do Brasil na Universidade Federal de Santa Catarina, com o objetivo de descrever como as tecnologias digitais se fazem presentes nesse contexto de formação inicial. Para tanto, procedeu-se a uma pesquisa documental baseada na análise de conteúdo de Bardin (2007). Os resultados evidenciam que na maioria dos projetos pedagógicos das disciplinas em questão, a perspectiva da mídia-educação tende a ser concretizada, demonstrando que em muitos casos, a formação dos professoras à distância contempla os aspectos instrumentais relacionados ao uso das tecnologias em sala de aula, os aspectos pedagógicos e críticos da inserção das tecnologias na educação, bem como o aspecto relacionado ao aprender com e sobre as mídias, em maior ou menor grau. Conclui-se que a inserção dos estudos e práticas pautadas no uso das tecnologias pode se constituir como alternativa de formação inicial que tenham base na mídia-educação e favoreçam a integração das tecnologias nas práticas pedagógicas dos professores.

Biografia do Autor

Daniela Karine Ramos, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Educação. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Metodologia de Ensino da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Florianópolis - SC, Brasil. 

Fabiana Lopes Ribeiro

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduada em Filosofia e Especialista em Interdisciplinaridade na Prática Pedagógica pela FURB e em Gestão Pública Avançada pela Fundação Escola de Governo - ENA. 

Publicado
2019-08-16