Formação Continuada de Pedagogos Atuantes como Coordenadores Pedagógicos

funções, práticas e necessidades formativas relacionadas às tecnologias educacionais

  • Michele Simonian Dÿck
  • Glaucia da Silva Brito

Resumo




Este artigo descreve os resultados de uma pesquisa exploratória com doze pedagogos e a análise de dados por meio da associação das técnicas de análise de conteúdo e codificação em ciclos. Como questão: o que necessitam os pedagogos como formação continuada em tecnologias educacionais? O objetivo elencar as necessidades de formação continuada dos pedagogos para a articulação das tecnologias na escola. Os resultados evidenciaram que os pedagogos identificam as necessidades de articulação das tecnologias na escola. Além disso, mostram a necessidade de formação continuada no que se refere ao planejamento macro da escola e no planejamento didático- metodológico para orientar os professores.


Referências

Bardin, L.(2009), Análise de Conteúdo, Edições Setenta, Portugal.
Gatti, B. A, Barretto, E. S e André, M.E.D.A. (2011), Políticas Docentes no Brasil: um estado da arte, Ministério da Educação Brasília.
Huberman, M. (1995) “O ciclo de vida profissional dos professors”, In: Vida de professors. Organizado por A. Nóvoa, Portugal, Porto Editora, páginas 31-61.
Libâneo, J. C. (2010), Pedagogia e pedagogos pra quê? Editora Cortez, São Paulo 12.ed.
Litwin. E. (2001), Tecnologia educacional: política, histórias e propostas, Artmed, Porto Alegre.
Marcelo, C. G. (1999), Formação de professores: para uma mudança educative, Porto Editora, Portugal.
Marcelo, C.G. e Vaillant, D. (2012), Ensinando a ensinar: as quatro etapas de uma aprendizagem, Editora UTFPR, Curitiba.
Saldaña, J. (2013), The coding manual for qualitative researchers, SAGE, Los Angeles.
Sancho, J. M e Hernandez, F.(2006), Tecnologias para transformar a educação. Artmed, Porto Alegre.
Sardelich, M.E. (2011) “Aprender a avaliar a aprendizagem”, In: Avaliação da aprendizagem em educação online. Organizado por M. Silva e E. Santos, São Paulo, Loyola.
Varguillas, C. (2006), “Usando Atlas.ti e criatividade do investigador na análise de conteúdo qualitative”, https://www.uam.es/personal_pdi/stmaria/jmurillo/Met_Inves_Avan/Materiales/Varg uillas.pdf , Maio.
Vosgerau, D.S.R, Pocrifka, D.R.B, Simonian, Michele (2016).
Vosgerau, D. S. (2007). “Tecnologia educacional face à evolução das correntes educacionais: as contribuições da psicologia cognitive”. In Contrapontos, páginas 269 -281. Itajaí, v. 7, n. 2.
Vosgerau, D. S. R., Meyer, P. & Contreras, R. (2016). Análise de dados qualitativos nas
pesquisas sobre formação de professores. Revista Diálogo Educacional (no prelo).
Associação entre a
técnica de análise de conteúdo e os ciclos de codificação: possibilidades a partir do
software ATLAS.ti. RISTI [online]. 2016, n.19, pp.93-106. ISSN 1646-9895.
http://dx.doi.org/10.17013/risti.19.93-106.
Publicado
2017-08-21
Como Citar
SIMONIAN DŸCK, Michele; DA SILVA BRITO, Glaucia. Formação Continuada de Pedagogos Atuantes como Coordenadores Pedagógicos. Anais do Simpósio Ibero-Americano de Tecnologias Educacionais, [S.l.], v. 1, p. 10-17, aug. 2017. ISSN 2594-388X. Disponível em: <https://publicacoes.rexlab.ufsc.br/index.php/sited/article/view/67>. Acesso em: 25 nov. 2017.